Veja também:

Os Caminhos que levam ao risco

Os caminhos que levam ao risco

 

Muitas situações levam um pessoa a tomar uma decisão imprudente. Conhecer as ciladas e os atalhos é o jeito mais seguro de fazer a escolha certa, seja para ousar na carreira, seja para melhorar a cautela.

 

Percepção do Risco

A maneira como uma pessoa percebe o risco é muito importante na hora de tomar uma decisão.

Biologicamente, o ser humano tem um viés otimista. Por causa disso, as pessoas acreditam que as chances de acontecer algo ruim com elas é menor do que a possibilidade de acontecer com os outros.

Outro fator associado ao risco é a expectativa de ganho. Durante a tomada de decisão existe uma armadilha chamada efeito de ancoragem, que é a tendência de basear a decisão em uma informação inicial – como ocorre quando negociamos o preço de um produto. O histórico de experiências de sucesso ou fracasso também interfere.

Como lidar

1 – Atitude no risco

Tente compreender suas reações ao risco e identifique quais os receios e as expectativas em relação à escolha. Após essa analise, pode ser que você conclua que sua reação tende a ser mais arriscada ou mais prudente.

2 – Reflita sobre a decisão

Decisões por impulso costumam ter como base a emoção. Dê um tempo para que o raciocínio mais frio e analítico possa influenciar a escolha.

3 – Arrisque pequeno

Experiência, familiaridade com o assunto e histórico de tentativas bem ou malsucedidas ajudam a construir confiança. Tomar pequenos riscos ajuda a criar segurança.

4 – Tenha cuidado com o excesso de confiança

A pessoa confiante demais pode não prestar atenção em detalhes como alguém mais cauteloso faria. “Ao tornar-se mais poderosa, a pessoa tende a modificar a coragem e a se expor mais”.

 

 

Pertencer empregos, cursos e treinamentos Caxias do Sul e Joinville 

 

Please reload

Pertencer na Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT)

October 7, 2014

1/10
Please reload

Posts Recentes

February 11, 2015

Please reload

Arquivo
Please reload